Pequena menina’s Weblog











{março 25, 2008}   Compulsões.

Digamos que eu sou do tipo, blogaholic. Não que esse termo exista de verdade, ou qualquer coisa assim, mas bem, a definição nem é mto dificil [se vc sabe ingles, dã].

Eu sou viciadérrima [neologismos em massa hoje.] em blogs. Ou melhor dizendo, em fazer blogs.

Eu sl, deve ser o meu 7o. blog. A grande verdade é que eu gosto mesmo de escrever… mas eu venho procurando por um blog com a minha cara.

O meu primeiro blog era perfeito. Era tão eu. Afinal, eu mesma construia meus templates, fazia códigos e tudo mais. Mas eu era uma pirralha com tempo e muita força de vontade de aprender tudo sozinha.

Que seja… agora eu ando pelos servidores como uma rata de blog, jogando idéias por ai. Não que isso seja ruim, afinal, quase ninguém as lê. Enfim.

Isso me faz pensar um pouco sobre compulsões, não só minhas, mas da humanidade.

Eu tenho apenas 17 anos, mas posso estar incluida na parcela da sociedade chamada ‘workaholic’. Sou atriz [amadora, mas isso é temporario, se Deus quiser] aqui na minha cidade. Não, eu não ganho pelos trabalhos que faço, mas faço muitos. Até demais.

Sou também bailarina. Faço parte da melhor cia de ballet contemporâneo da cidade. Mas nao se engane, eu não sou a melhor, nem nada assim. A questão é que eu trabalho em dobro agora. E o meio artístico cansa mto.

Sou também compulsiva por organização. Mas não é qualquer organização… tem que ser organizado do meu jeito bagunçado.

Sou chocólatra. Falei.

Sou compulsiva por canecas. Falei². Sim, não que isso seja digno. A maioria das pessoas coleciona selos [grande mentira da sociedade… alguém já conheceu um colecionador de selos vivo? eu não.] ou papeis de carta. Ou tampinhas de garrafa, o que é completamente inútil ao meu ver. Mas sl, vida é pessoal… eu coleciono canecas. Isso mesmo que vc leeeeu. Canecas… sou obcecada por uma boa caneca.

Sou compulsiva por all star. Sou compulsiva por textos.

Eu sou talvez a compulsão em pessoa…

Digamos que essa mania de querer tudo em grande escala que assombra o ser humano como um todo, vem do berço.

Não, não sou mimada. Ao contrário. Sou a irmã que tem menos atenção… porém, a humanidade nos cria assim… somos o que temos e não o que somos… e se temos em maior quantidade, somos mais.

Portanto, a minha grande quantidade de trabalhos, blogs, all star, textos, canecas e chocolate faz com que eu seja uma pessoa magnanima.

Sinta-se livre para me amar [desde que vc saiba quando estou ironizando algo].

Afinal, se quanto mais temos, mais somos… o mundo de repente se tornou pequeno demais para mim.



{março 24, 2008}   Hello world!

Welcome to WordPress.com. This is your first post. Edit or delete it and start blogging!



et cetera